Minha foto

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000 na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009), é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, que teve mais de um milhão de acessos em 2012, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo e publicados em diversas revistas literárias.  (saiba +)

08/03/2013

constato com o tato

dom de endeusar as putas
e emputecer as deusas:
toda a minha poesia é mulher

6 comentários:

  1. Acho as putas muito legais e parecem com poetas em alguns aspectos

    Como dizia Pessoa: o poeta é um fingidor...

    Mas às vezes somos sinceros demais, me amarro naquela música dos Engenheiros: Pra ser sincero

    Acho que não conseguiria ser tão sincero assim!

    um abç Fábio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Musicão, Allison! No que você acha putas parecidas com poetas? Abs

      Excluir
  2. Resposta neste poema:

    http://poesiatuttifrutti.blogspot.com.br/2013/01/alguns-prazeres-e-dores-nao-devem-ser.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tinha pensado nisso, mas é mesmo... Boa! "Alguns prazeres e dores não devem ser compartilhados"

      Excluir