Minha foto

Poeta nascido no Rio de Janeiro. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000 na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009), é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, que teve mais de um milhão de acessos em 2012, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo e publicados em diversas revistas literárias.  (saiba +)

14/05/2014

novo livro: rio raso - Fabio Rocha - editora Patuá - São Paulo - 2014

Coletânea de dez anos de poesia. A capa é de Leonardo Mathias. Edição, de Eduardo Lacerda. Editora Patuá, 2014. As vendas são apenas online (não está em livrarias).

Críticas recebidas:

  • Tanussi Cardoso: 
Belíssimo, por sinal, não só a editoração e capa, de primeira qualidade, mas, principalmente, pelos poemas, de altíssimo nível. Não é à toa que a Patuá vem se notabilizando entre as demais editoras, por apresentar trabalhos de alta qualidade formal e textual.
Li seu livro de um só fôlego, numa tarde inteira. Foi um bálsamo para mim, já que, a cada dia, está mais difícil ler-se poesia de qualidade. Parabéns! Há um componente lírico que perpassa todo o livro, às vezes com um humor irônico e triste (desculpe o paradoxo), que deixa, ao final, um gosto agridoce em nossos sentidos. Livro de grande teor poético, onde a síntese mostra o poeta atrás do poema, com seu fazer cuidadoso, de forma e de técnica, com seu trabalho de "Corte", que já vem desde o seu livro anterior.

2 comentários:

  1. CARO FÁBIO:
    TAMBÉM ESCREVO. DISPONIBILIZO MINHAS OBRAS PARA CONSULTA PELO SITE ISSUU.COM, E PUBLICO-AS PARA VENDA SOB DEMANDA PELO CLUBE DE AUTORES. VENDO POUCO. FOSSE VIVER DISSO... PARABENIZO-O PELO ESFORÇO EM PROL DA BOA POESIA. UM ABRAÇO

    ResponderExcluir
  2. Caro Fábio, não só corroboro suas palavras como aplaudo suas "dicas", conselhos, achegas, para quem escreve poesia.
    De facto, não é fácil ser poeta e muito menos escrever. Mas sim, é verdade, nem os livreiros e nem os/as editores/as usam de Marketing adequado à divulgação do género poético. Por muita divulgação que se faça, a nível de Grupos poéticos, em Saraus ou tertúlias, poesia será sempre o parente pobre da literatura, embora saibamos que não corresponde à verdade. A iliteracia dos povos tb não ajuda, logo, busca-se a leitura fácil, rápida, descartável. Parabéns pelo livro. A capa está muito bonita, sóbria. Um abraço

    ResponderExcluir