28/06/2018

tudo bem

já nem tento

tv: copa, galvão, os bonecos de recife e o olodum
beleza mas não brilha

anúncio:
muito antiga a ideia
de fazer um empréstimo pessoal
para comprar a felicidade que vendem

anuncio
a canção no mesmo teclado:
"é impossível ser feliz sozinho"
"é impossível ser feliz sozinho"
"é impossível ser feliz sozinho"
"é impossível ser feliz sozinho"
"é impossível ser feliz sozinho"

karaokê:
a menina com a boca quase na minha cantando
o corpo grudado no meu
menina linda e tal
eu canto e vou embora sem sal
ela agradece

(mas uma parte minha ainda acha que perdeu alguma coisa)

26/06/2018

às 5:30 da manhã

às 5:30 da manhã
luzes acendem e apagam no prédio adiante
árvore de natal gigante
fora de época
câmera lenta

às 5:30 da manhã
antes da mente nos contar quem somos
um céu brilhante entra em perfume
no espaço completo
que não espantamos com sons

18/06/2018

tititinder

esgarço a terra com pés de nono andar
me distraio para não andar
(telas para não tê-las)

atravesso a estrada por tropeços
(o triunfo por vir)

ela me lê silenciosamente
em algum lugar do horizonte

13/06/2018

falsa janela

novidades

nove horas
era deus na sua frente
na sua cara nona

o mar se abrindo
todas as chances próximas
cornetas de anjos no volume máximo inaudível

mas você ia cabisbaixo
olhando a tela do celular

sobre a distância mínima entre recife e rio de janeiro

cara cynthia
o fato é que
fui ao cinema sozinho
ver um filme romântico
no dia dos namorados
nesta data

nenhum esforço ou sofrimento
nenhuma dor a escoar a ribanceira da face

os casais se emutecendo por todos os lados
eu ilha de paz
por em ti não estar ilhado

e ainda
ganhei balinha grátis
e paguei meia entrada

sem mais
atenciosamente

movimento de hábito

a verdade é que algo dentro não quer
ser lido, ouvido, entendido, nada

quer ficar quieto se distraindo com o filme
o livro a música
a vida sem vida

quer não perceber a falta
por se alimentar dela
depender dela sem analisá-la

alisá-la na alva pele feminina
(rima com porém)

e se apressa
por ser sempre
tarde demais

11/06/2018

amor pleno

(para cynthia)

se este ventilador de teto fosse um avião
minha casa sobre os mares do mundo
admiraria o curso dos rios
que sempre acham o caminho certo
sem placas nem guias
o caminho exatamente
certo

07/06/2018

antifluxo sem selfie nem tinder

não quero nem fingir amar naquele ritmo febril autocentrado
não tenho saudades da inocência romântica
nem dos troféus, espadas e cadeados

eu amo parado e constante
olhando as pessoas com pressa

eu amo como posso e calado

04/06/2018

solar

o silêncio do céu
não ouvimos
por acreditar em nossas histórias

perdemos a janela
a breve janela
com palavras e telas

o sonho acordado
é o sonho dormindo:
sonho

tocar de leve a mão
na asa do despertar distante
já arrepia de imensidão

não importa se choveu
ser maior do que o céu
é deixar ir o eu

01/06/2018

samsara 2

o problema não é nem a pressa
mas acreditar na promessa
essa
essa
essa
essa
(todas do mundo)

o problema não é nem a esperança de não ter medo
mas ser sempre cedo
para ter medo da esperança