Minha foto

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000 na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009), é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, que teve mais de um milhão de acessos em 2012, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo e publicados em diversas revistas literárias.  (saiba +)

21/08/2016

tinha um poema no meio do seu nome

não é a falta do sexo
é a falta da ternura

sexo se faz fácil mas não cura
(até se compra no supermercado)

é a ausência indizível
maior que a invisível mão dada:
sagrada carne construída cadeado

como evolução, ouvir teu nome
passou passará passaria
de mão apertando o peito do pássaro
a uma tristeza esparsa pelo fim de um sonho que não deveria

não passou
não passará
não passaria

não passa, não muda
mesmo que os olhos vertam rios
mesmo se os dias não fossem tão frios
mesmo que as mãos digitem todas as palavras de neruda

2 comentários:

  1. adorei seu poema muito bonito.
    gostaria de convida-lo a conhece meu blog de versos e poemas também.
    http://andersonbdot.wordpress.com
    sucesso para ti.

    ResponderExcluir