08/08/2022

vemos tv

o cavalo selado
só passa
(era) uma vez

06/08/2022

psicanálise crítica (saudade de Jung)

os terapeutas com muito vocabulário
não querem te ouvir:
querem te humilhar

nadam num aquário de diplomas
batem recorde de artigos que nada dizem
e quase não tem horário

os terapeutas com muito vocabulário
fizeram outro curso na Sorbonne
não se calam para te ouvir melhor
mas apenas para mostrar para si mesmos
como conseguem conter o corolário

os terapeutas com muito vocabulário
não abrem o coração, abrem a carteira
e dão cursos caros com muita teoria de aquário:
não acolhem, não entendem, não cuidam

não há mar
(não amar)
esqueletos no armário

desconfie
dos terapeutas
com muito vocabulário

02/08/2022

poetrix antiMarketing (sublimação)

eu não quero que você clique em nada
eu não quero te vender nada
eu não tenho nenhuma solução para a sua vida

01/08/2022

psicanálise (Verdrängung)

cada pequeno ato
correto
prazer e cura

lenta fala
escuta
arte

26/07/2022

a taxa de mortalidade dos vivos é de cem porcento (universo 25)

não se sabe com certeza a data
mas a pata do leão
está se movendo

felicidade

humanos beirando a borda do quase
(muito perto mesmo)

insetos rodando a circunferência do copo
até morrerem

23/07/2022

tela

ela e meu livro na mão pequenina
ela avião
doce pequena perdição

ela janela

bela

bela

20/07/2022

avião

mulher tão pequenina
que não cabe nas roupas pra festa

me_nina
sonha alto
voo junto

11/07/2022

a_bunda

a janela é a esperança de encontro
tal qual já encontrei no passado

porque a vida é isso: o outro
companhia prazer alegria de estar

a beleza a_bunda
e a certeza futura é a tumba

hilstiano número 2

o que restou foram dias sem dias
lentamente na casa
na caixa

deus?
uma promessa vazia

silencio ou alvoroço
com olhos de ave
a janela

a janela se abre pro depois
pra esperança

a janela
sempre nos alcança

04/07/2022

novo aumento do número de casos e de mortes

a vacina a máscara a pandemia
já nem sei como era
quando saía

30/06/2022

porma

Não tive filhos. Quatro livros. Quarto livre.

Cada vez menos ligo pro conteúdo de meus poemas. Forma se forma em forma e informa. 

Não fui super-herói. Não sou super-herói. Nem quero mais ser super-herói. Não sou nem legal.

A poesia, porém, sai. Da boca peluda. Não meço o lirismo por moda ou pra ser atual. Não sei nem o que é lirismo. Sei que está frio e escuro. Estou só. Sofrimento ou não sofrimento tanto faz. E se escrevo estou sol

29/06/2022

o que me move

a sombra do desejo
lampejo
impulso
beijo

ela há

basta

ela virá

27/06/2022

sempre

com Hilda Hilst descobri que as estrelas estão sós
enquanto olhamos nossas mãos
(e os aparelhos em nossas mãos)
como mendigos

minha vida é uma espera
num lugar nunca pronto

solidão e obediência
entende?

às vezes são
às vezes tonto
me distraio com videogames da adolescência
no castelo que me prende

o furo da prisão é a janela
abrindo sorriso

o futuro da solidão é ela
a poesia que resiste calada
e na menos previsível madrugada
estrela

09/06/2022

o ovo de salvaDor

processei a alma gêmea:
se ela geme de lá
que eu gema Dali

26/05/2022

spam

é tempo de atentado
desatenção 
golpe
assassinato

roubo 
fraude
separação 
tipo johnny depp

democracia 
em extinção

(agressiva agressão)

...

parecem milênios
mas há poucos anos atrás
eu namorava e tínhamos nossa música

no primário eu desenhava coração
e o nome do bem querer
dentro da canção

20/05/2022

navi_o farol

o mar se move alto
ruge

dentro das horas dentro
líquidas de silêncio

estátuas natimortas observam
céus de azul

algo se aproxima
e seu som é grave

18/05/2022

recado de granito

meus pais hoje fazem 48 anos de casados. no sofá, com cobertas, revezam-se em dormir no meio dos programas de tv que compartilham. lá fora, frio, amores líquidos, pandemia, nazismo, guerra, ingratidão, celulares e golpes. aqui dentro, carinho.


OBS.: A Débora Malucelli fez uma arte com este texto:



17/05/2022

deixe seu recado

pensei num poema
mas o celular me distraiu
do netflix pausado

meio que perde o sentido com tanta fdp

olho o mar salgado sem entrar
bebendo água de coco
enquanto o batman fala de amor líquido

07/05/2022

lugar de fala

o mundo e suas bolhas
na pele de meu corpo

e a família tudo bem?

tudo maravilhoso!

05/05/2022

a evolução não para

sobrevivemos
comendo o lixo e o plástico que produzimos
trabalhando longe da família

a evolução não para:
cai a calota polar
o urso morre afogado
mas meu fusca tem calota prateada

03/05/2022

mãe

corpo inteiro
que se abre em espera
e se a semente não vem
se desespera

ferida em ciclo
que se sente
em nós

então a música esperada
redonda e sempre
onde havia
nada

01/05/2022

a mente e o sonho não estão separados

a mão e a ação
a palavra e o sentido
o som e o ouvido

26/04/2022

equanimidade e sal

porque no fundo
cada ser sólido no mundo
quer apenas ser feliz no meio de seu caos

18/04/2022

elemento água

meia lágrima pela impermanência
era prevista mas tudo bem
(qual não é?)

16/04/2022

crepúsculo de páscoa

frio laranja e grave pão
a noite lenta sobe a varanda

tempo de renovação
recomeço

ludovico einaudi
o silêncio a repetição
e uma tangerina nem tão doce
(maiores que eu)

nenhum berço

ainda tenho as palavras
perto das mãos
sem terços


a cor do cavalo (para luiz guilherme libório)

o não-cavaleiro
caminha além
da existência ou da não existência do cavalo

lucidez

a queda é rápida:
olhem além
da jornada

14/04/2022

na média

2022: 
classe média agora tem moto 
um pouco abaixo tem fome

12/04/2022

janela feia

o mundo lá fora desmoroneia democracia em areia o país sem jeito mas eu deito em teu peito

02/04/2022

nós

como quem entra numa banheira japonesa
morna

a vida se entorna
em mim

a estátua de buda olha
silenciosa

ela
nem mais nem menos
nem futuro nem passado

lenta e relaxadamente
(presente)
se fazendo
nós

29/03/2022

desorientação vocacional

quando não sonho que estou atrasado pra alguma aula na uerj
é aula na ufrj
de metrô ou de carro
em ambas perdido
o que foi
e o que poderia ter sido

25/03/2022

bons hábitos

as mesmas coisas nas mesmas horas:
todo dia
poesia

24/03/2022

times new roman 12

o carro voa na bruma do mar do recreio
névoa branca
sorrisos de prostitutas
cheiro de camiseta

o mar azula meus pulmões
e se desfaz em letra

acho que tem mais de dez anos
que não faço um poema bom

(talvez tenha secado a fonte)

22/03/2022

edital

os sapos nas folhas
chuva
cheiro de terra molhada
som de vento em folha

os sapos nas folhas procriam e fenecem

os sapos nas folhas
chuva
cheiro de terra molhada
som de vento em folha

19/03/2022

túlio bem contigo?

minha vida é leve como comer
mcdonald´s antes de dormir
com coca zero

o deitar no presente de paz
leve leve leve

gratiluz

17/03/2022

amorte

amor não sei
mas sexo antes de dormir melhora a qualidade do sono
e ao acordar melhora a pele

a minha terapia...
a minha terapeuta...

a minha terapia...
a minha terapeuta...

a minha terapia...
a minha terapeuta...

a minha terapia...
a minha terapeuta...

a minha terapia...
a minha terapeuta...

a minha terapia...
a minha terapeuta...

não é minha

16/03/2022

saudade

ela linda e inteligente
estuda prum lado eu pro outro
mas mesmo longe ligamos
dividimos conquistas e doenças
passados e futuros

o dia a dia com relógios enormes
de ponteiros que espetam
vários depois

nos desencaixes dos tempos
apontamos encontros
e esperamos sorrindo

14/03/2022

dupla estagnação (ou o vômito de ouroboros)

o mundo não sabe o que fazer com uma pessoa inteligente
mas
o que uma pessoa inteligente consegue com este mundo?

amendoeira

longe rios dormem margens plácidas
pássaros ainda me respondem
passo

a passo
as coisas se depositam
em seus lugares de origem

independente de meus passos

12/03/2022

eficiência e eficácia

4 gotas de rivotril superam
12 anos de terapia
mais 1000 horas de meditação

11/03/2022

mamãe falei

a exploração humana
arrasta-se pelas fendas da mutável ética
em estudos de tempos e movimentos
sem beleza, música ou orquestra

08/03/2022

sonho (e aposta)

o mar
maior
do que se mostra

06/03/2022

pro(tetor) solar

o problema da vida é o quase

o mar ali perto o tempo todo
mas tá gelado e bravo demais

o problema da vida é o mas

noite (the sinner)

estamos todos presos fora de um abraço
numa rocha que se deteriora no espaço

mora no fundo de meu hábito
acre-ditar

o salto maior ao silêncio eu adio
travo, desfaço

nietzsche sim nietzsche não
hora a hora
deus dentro deus fora
mal me quer
meu coração

01/03/2022

ane

eu tentando ler o artigo quinto da lgpd de 2018
mas na cabeça
ela

o cheiro dela o gosto dela o toque dela a fala dela o silêncio dela

a perna dói a barriga dói a cabeça dói 
pela falta de exercício no mesmo quarto diante da mesma tela
(três anos em isolamento pandêmico antes dessa guerra mundial)
a cabeça arde
o silêncio dela



16/02/2022

11/02/2022

the sinner

gosto de mulher com voz bonita
e de punir
quem marca e se atrasa

09/02/2022

the swain, saint-saens

reconheço a música que não começa
ne espera do atendimento médico telefônico 

ela

quase traz quase lágrimas de épocas antigas
onde havia encontro
e motivo

07/02/2022

meu filho, meu filho

meu filho, ao encontrar conexão, não perca. não deixe raiva, orgulho, família, o que for te fazer perder ela. sonhei com ela hoje. vinte anos passaram e ainda sonho. estava na casa da minha avó com ela, onde eu era infância. dizendo que ainda gostava dela, notando que ainda gostava dela. pela conversa boa, pelo entendimento telepático, pela divisão de sonhos e poemas, pelo sexo perfeito, pela voz linda, pela comunhão de décadas. o que começou pela amizade se solidificou de uma forma muito mais natural e real e agora me vem em sonho longo como vontade de dizer a mim mesmo: não estás te boicotando nos inícios há vinte anos por não ser ela? e ao filho que não há: não desperdice o encontro.

11/01/2022

a filha perdida

o tempo se expande na árvore
rugas caules silêncio

além do cansar
percorre cada corpo ainda
a vontade de sentido

tudo bruto
desencontro
desencanto

pedra na água
nada além

08/01/2022

estado natural

acordo sem olhar o celular:
paz

o silêncio me molha
me molda

saio da roda do caos
e faço o poema
que me faz

04/01/2022

fabiorochapoeta

eu falo e digito pra não esquecer: fabiorochapoeta
no email, no insta, no inferno: fabiorochapoeta

mesmo assim me perco de mim
busco empregos, musas, sentidos e coisas a buscar
tropeço em fugas e bocas
foco em metas

e eu no fundo querendo só me dizer: fabiorochapoeta

as revistas culturais me odeiam
as irmãs inimigas
as primas negacionistas

e eu querendo só me bastar: fabiorochapoeta

a morte vem a galope
devorando promessas
mas sigo sem migo
fabiorochapoeta