08/08/2022

vemos tv

o cavalo selado
só passa
(era) uma vez

06/08/2022

psicanálise crítica (saudade de Jung)

os terapeutas com muito vocabulário
não querem te ouvir:
querem te humilhar

nadam num aquário de diplomas
batem recorde de artigos que nada dizem
e quase não tem horário

os terapeutas com muito vocabulário
fizeram outro curso na Sorbonne
não se calam para te ouvir melhor
mas apenas para mostrar para si mesmos
como conseguem conter o corolário

os terapeutas com muito vocabulário
não abrem o coração, abrem a carteira
e dão cursos caros com muita teoria de aquário:
não acolhem, não entendem, não cuidam

não há mar
(não amar)
esqueletos no armário

desconfie
dos terapeutas
com muito vocabulário

02/08/2022

poetrix antiMarketing (sublimação)

eu não quero que você clique em nada
eu não quero te vender nada
eu não tenho nenhuma solução para a sua vida

01/08/2022

psicanálise (Verdrängung)

cada pequeno ato
correto
prazer e cura

lenta fala
escuta
arte

26/07/2022

a taxa de mortalidade dos vivos é de cem porcento (universo 25)

não se sabe com certeza a data
mas a pata do leão
está se movendo

felicidade

humanos beirando a borda do quase
(muito perto mesmo)

insetos rodando a circunferência do copo
até morrerem

23/07/2022

tela

ela e meu livro na mão pequenina
ela avião
doce pequena perdição

ela janela

bela

bela

20/07/2022

avião

mulher tão pequenina
que não cabe nas roupas pra festa

me_nina
sonha alto
voo junto

11/07/2022

a_bunda

a janela é a esperança de encontro
tal qual já encontrei no passado

porque a vida é isso: o outro
companhia prazer alegria de estar

a beleza a_bunda
e a certeza futura é a tumba

hilstiano número 2

o que restou foram dias sem dias
lentamente na casa
na caixa

deus?
uma promessa vazia

silencio ou alvoroço
com olhos de ave
a janela

a janela se abre pro depois
pra esperança

a janela
sempre nos alcança

04/07/2022

novo aumento do número de casos e de mortes

a vacina a máscara a pandemia
já nem sei como era
quando saía

30/06/2022

porma

Não tive filhos. Quatro livros. Quarto livre.

Cada vez menos ligo pro conteúdo de meus poemas. Forma se forma em forma e informa. 

Não fui super-herói. Não sou super-herói. Nem quero mais ser super-herói. Não sou nem legal.

A poesia, porém, sai. Da boca peluda. Não meço o lirismo por moda ou pra ser atual. Não sei nem o que é lirismo. Sei que está frio e escuro. Estou só. Sofrimento ou não sofrimento tanto faz. E se escrevo estou sol

29/06/2022

o que me move

a sombra do desejo
lampejo
impulso
beijo

ela há

basta

ela virá

27/06/2022

sempre

com Hilda Hilst descobri que as estrelas estão sós
enquanto olhamos nossas mãos
(e os aparelhos em nossas mãos)
como mendigos

minha vida é uma espera
num lugar nunca pronto

solidão e obediência
entende?

às vezes são
às vezes tonto
me distraio com videogames da adolescência
no castelo que me prende

o furo da prisão é a janela
abrindo sorriso

o futuro da solidão é ela
a poesia que resiste calada
e na menos previsível madrugada
estrela

09/06/2022

o ovo de salvaDor

processei a alma gêmea:
se ela geme de lá
que eu gema Dali