Minha foto

Poeta nascido no Rio de Janeiro. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000 na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009), é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, que teve mais de um milhão de acessos em 2012, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo e publicados em diversas revistas literárias.  (saiba +)

03/10/2014

no meio do caminho

o verso de bukowski no meio do caminho:
"enquanto eu masturbava uma tiete"

meu avô consertou o telhado
(batidas decididas no martelo)
nunca escreveu nada
nunca complicou nada
aguentou cinquenta anos no trabalho
construiu casa
constituiu família
se aposentou
"enquanto eu masturbava uma tiete"

as pessoas no escritório
cinco dias na semana esperando o final de semana
onze meses esperando o mês das férias
cinquenta anos esperando os poucos anos de aposentadoria
(esperando no escritório, acreditando no "tem que ser assim")
sorriram e calaram e seguiram
seguiram e calaram e sorriram
seguiram firmes e caladas em suas baias sorridentes
"enquanto eu masturbava uma tiete"
e pirava

quatro ou cinco anos de provas, xerox e decorebas
atrás de diplomas dourados com louvor
todos preocupados com o mercado de trabalho
com o mercado de engenheiros elétricos
com o mercado de ações
com o mercado dos professores de filosofia
com o MEC
todos preocupados com o futuro
"enquanto eu masturbava uma tiete"
e largava tudo

segundo grau, cheio de espinhas, cabelos caindo
estudando que nem um babaca
os outros alunos curtindo, brincando, fodendo
"enquanto eu masturbava uma tiete"
apenas na imaginação
fechando as minhas retinas fatigadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário