Minha foto

Poeta nascido no Rio de Janeiro. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000 na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009), é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, que teve mais de um milhão de acessos em 2012, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo e publicados em diversas revistas literárias.  (saiba +)

30/07/2014

ar em movimento

tenho um pacto com o vento:
ele inventa que existo
e insisto em espalhar

2 comentários:

  1. procurava por aquele poema do moinho com a palavra de busca vento, mas não encontrei... Aí caí nessa poesia aqui, que gostei a beça tb.
    Mas aquele poema do moinho. Cadê ele, afinal?
    Enquanto pensava isso me recordei do filme sonhos do Akira Kurosawa, vc já viu esse filme?
    É incrível, num dos sonhos que o Kurosawa narra acompanhamos um velho e um garoto... Numa das cenas eles estão diante de um moinho, lindo, indo celebrar (sim, celebrar!) o enterro de uma senhora. A morte é celebrada com flores e danças. Muito bonito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Vi sim, lindo filme.

      VENTO FORTE
      (Para Mario Quintana)

      O vento aqui não pára.

      Nem um segundo,
      nem um pouquinho.

      Ah, se eu fosse moinho…

      ( Fabio Rocha )

      Deixo aqui os poemas que considero melhores de quando comecei a escrever: http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/selecao-de-melhores-poemas-do-site-antigo/

      Excluir