10/11/2015

valorização da vida

nada claro
(mais um futuro que virou passado sem tocar o presente)
viro o disco do meu eterno desamparo
e vejo a beleza do mundo nos que dividem ideais
nos que vivem para os outros
nas mãos estendidas dos voluntários

nisso eu acredito

Nenhum comentário:

Postar um comentário